Onde sentimentos viram palavras que não cabem no peito.

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Não compare a sua dor com a dos outros.

11:07


Dor: 
  1. 1.
    med sensação penosa, desagradável, produzida pela excitação de terminações nervosas sensíveis a esses estímulos, e classificada de acordo com o seu lugar, tipo, intensidade, periodicidade, difusão e caráter.

  2. 2.
    mágoa originada por desgostos do espírito ou do coração; sentimento causado por decepção, desgraça, sofrimento, morte de um ente querido etc.

  3. 3.
    sentimento que surge em decorrência de dano causado a outrem ou a si mesmo; arrependimento, pesar, remorso.

  4. 4.
    sentimento de pena com relação a outrem ou a si mesmo; compaixão, dó.

  5. 5.
    fig. expressão ou manifestação do sofrimento físico ou moral.

Não compare a sua dor com a dor dos outros, cada uma tem a sua maneira de sentir dor e o que você acha não vai alterar a intensidade da dor de quem está sofrendo. 
As pessoas têm a mania de achar que a dor própria é maior do que a dor alheia, mas isso é (infelizmente) normal no mundo que vivemos hoje, porque as pessoas aprendem que o eu é mais importante do que o próximo em todos os sentidos. 
Chega a ser engraçado o ponto de egoísmo em que vivemos, as frases que escutamos de diferentes bocas, idades e gêneros. Primeiramente, nunca julgue nem em pensamentos a dor de alguém que já sofreu o que um dia você está sofrendo no momento. A pessoa está ali para te ajudar e você nunca deve falar para ela que sua dor é maior do que a dela por causa do tempo. 
Digo isso porque a maioria das pessoas têm o costume de achar que tempo é um dos cofatores da dor, mas meu amigo, eu te digo que isso não tem nada a ver. Uma pessoa é completamente diferente de outra, a intensidade do que foi sentido varia de pessoa para pessoa.
Um relacionamento de cinco anos as vezes tem menos sentimento que um relacionamento que durou quatro meses ou talvez seja o contrário, mas você não é nem ninguém para comparar seu sentimento com o dos outros. Em minha vida, acompanhei a vida de muitos casais que não estão mais juntos ou que ainda estão felizes, mas o tempo as vezes ele é bom e as vezes ele é ruim. Ele pode aumentar um sentimento ou diminuí-lo, infelizmente hoje em dia, a maioria dos casos o tempo diminui o amor e o transforma em carinho, paixão e comodismo. Por isso digo e repito mais uma vez, sua dor por um término de relacionamento não é maior do que a do outro por causa do tempo que ficaram juntos, NUNCA! O amor se constrói em horas, dias, semanas, meses ou até mesmo anos, você não sabe o que a pessoa viveu para saber a intensidade de sua dor. Então respeite-a. 
Outro sentimento de dor é aquele que te incomoda todos os dias, mesmo nos seus melhores dias quando você sente que está perdido e sozinho, não é? Uma das doenças mais comuns hoje em dia no ser humano é a depressão e algumas pessoas ainda acham que isso é uma frescura, mas eu repito, meu amigo, não é. Não sabemos o que se passa na mente de uma pessoa que convive com a gente todos os dias, quem dera de uma pessoa que prefere o silêncio do que se abrir e que nem falamos diariamente. A depressão não é frescura, a dor que a pessoa sente não é menor que a sua por conta de uma coisa séria que você denomina "frescura, pessoa fraca". Portanto, ao invés de julgá-la dizendo que passa por coisas semelhantes que doem da "mesma maneira ou até mais", ajude-a. Mostre que ela não está sozinha e eu continuo dizendo que uma pessoa que comete o suicídio, ela não é fraca, ela é corajosa. Antes de dizer que ela é fraca, pergunte a si mesmo como uma pessoa consegue tirar a própria vida e se você teria coragem, pois é, sabemos que não teria. 
O ser humano sente a dor de maneiras diferentes, normalmente a dor emocional está relacionada a perdas de pessoas queridas, independente da causa. Sentimos dor quando vemos o que está acontecendo no mundo e nem temos como ajudar, quando vemos a fome nos lugares mais pobres do mundo e ajudamos tão pouco, e por aí vai. 
Mas nunca, nunca uma dor é igual a outra, algumas pessoas superam mais rápido, outras demoram mais, mas todas são intensas e fortes dentro de cada um. Independentemente do tempo que um sentimento de dor e perda dure, ele vai acalmando com o tempo e sempre depois da tempestade vem a calmaria. 
Se você passou por qualquer tipo de dor que a vida nos oferece, não julgue o outro por ser fraco ou não, se coloque no lugar de quem está vivendo naquele momento e ajude o próximo. Porque no fim, a maior dor do ser humano é a solidão, se sentir sozinho e ninguém merece isso. 


Letícia L. F. Sousa. 

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Ela é sinônimo de liberdade.

18:04

liberdade
substantivo feminino
  1. 3.
    condição daquele que não se acha submetido a qualquer força constrangedora física ou moral.
  2. 4.
    condição daquele que não é cativo ou que não é propriedade de outrem.
  3. 5.
    p.ext. estado daquilo que está solto, sem qualquer empecilho tolhendo os seus movimentos.
  4. 6.
    p.ext. autonomia, independência, soberania.
  5. 7.
    p.ext. possibilidade que tem o indivíduo de exprimir-se de acordo com sua vontade, sua consciência, sua natureza.

Ela é sinônimo de liberdade, moço(a). E a liberdade dela é a tua prisão, ela não liga do que vão pensar das atitudes dela, ela simplesmente vai lá e faz, sem medo do que pode acontecer no futuro, porque ela vive o presente. 
Ela é do tipo que prefere se arrepender do que fez, do que se arrepender do que não fez. Você nunca vai ver ela chorando pelo leite derramado, mas talvez veja ela chorando pela bebida do copo derramada. 
Porque ela é assim, o importante é viver o que a vida tem para oferecer, ela não suporta viver em uma gaiola não, ela é livre como um pássaro. A sua beleza é encantadora da forma que ela é, não precisa seguir o que tua cabeça pensa, porque ela não vive pelos outros, vive por si mesma e para ela, a felicidade dela vem em primeiro lugar. 
Além disso, ela é do tipo que vai voar para longe dos que insistem em puxá-la para baixo, porque ela não permanecer onde não se sente bem, o lema dela é positividade sempre e se você não oferece o que ela quer, ela vai voar para outro canto, para descobrir novos sorrisos e pessoas que valem a pena. 
Ela é aberta a amizades, a pessoas novas e ao que o mundo tem para oferecer, ela não vai perder tempo para discutir sobre coisas que não valem a pena, porque ela prefere manter a cabeça erguida e perder o tempo comemorando o que a vida tem de melhor. Sabe, ela não vai se importar com o que você fala dela ou o que pensa do rumo que a vida dela tá levando, cada um tem um barco e cada um segue o caminho que a vida te oferece, ela deixa a correnteza levar, se você deixa a correnteza te puxar para baixo, o problema é seu e não dela. 
Ela é do tipo que não se mete na vida dos outros, porque julgar é errado independente do que tenha levado o outro a fazer aquilo. Ela é mulher de verdade, saca? Ela vai defender a menina que acabou de conhecer no banheiro da balada se for preciso, ela apoia quem decide transar no primeiro encontro ou quem espera até o dia do casamento, ela não vai julgar pela roupa que você veste ou que deixa de vestir, ela vai te elogiar mesmo quando as desavenças estão presente entre vocês duas, porque ela não guarda rancor. 
Garota, você é livre para fazer o que bem quiser, liberdade é o melhor sentimento que a vida nos dá. Você não precisa depender de ninguém para ser livre ou feliz, você não precisa ouvir o que os outros vão falar, porque tenho um segredo para falar: nem todas suas atitudes vão agradar os que estão de fora, eles sempre vão ver um defeito em você mesmo que ele não exista. 
Por isso digo e repito, a vida é sua. Se você quiser pegar vinte caras em uma festa, vai lá e pega, beijar é bom, não é? Se você quiser falar de qualquer assunto com suas amigas envolvendo homem, você não vai ficar feia por conta disso, nada vai desmanchar a sua beleza. Se você depender de alguém perfeito, vou te contar um segredo, essa pessoa não existe, tem algo estranho aí. 
Vai lá e faça o que te der vontade, a gente tem uma vida só para viver, sabe? E ela as vezes pode ser curta demais, melhor se arrepender de algo que você fez do que algo que você não fez. A gente aprende errando, é assim que a gente acaba voando para mais longe, acaba se encontrando. 
Viva a sua vida como se fosse a última, menina. Porque como eu disse, a liberdade é a melhor coisa que existe. 

Letícia e Isabella, unidas sempre pela liberdade de escolhas e da mulher.  

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Desiste dela, cara!

19:51


Cara, ela pode ser seu primeiro amor, mas te garanto que não será a última. Não adianta continuar forçando e manter esse pensamento de que é ela e mais ninguém, enquanto você mantém alguém que não liga para você, outra pessoa está esperando em algum lugar até você aprender errando e uma hora, o desgaste vai ser tão grande que você não vai conseguir aguentar, porque a dor de uma vida deixada para trás é grande o suficiente para nos sufocar. 
Quando vai perceber que seu esforço não vale a pena quando a pessoa não move um dedo por você? O amor não é isso não, o amor não vem só de um lado, ele tem que vir dos dois lados na mesma intensidade, se você mexe um oceano por ela, ela deveria mexer um continente e a partir do momento que isso não acontece, cara, desiste dela. 
Ela não vai ser a primeira e nem a última a chegar e mudar seu mundo, virando-o de cabeça para baixo no sentido bom e ruim, ela não é a única que vai sorrir e fazer seus pés flutuarem, não vai ser a única risada pela qual você vai se apaixonar, existem outras pessoas por aí, prontas para te mostrar que é fácil se apaixonar novamente, é fácil sorrir para um outro alguém e vai ser mais rápido do que você imagina. 
Alguém vai te ensinar que o amor próprio vem em primeiro lugar, que você não pode deixar que comentários e mensagens mexem contigo desse jeito e te prendam, teu lugar não é mendigando por amor e sim recebendo amor da mesma maneira que se dá. Você vai descobrir que o amor próprio vai além de se amar por fora, mas sim se valorizar por dentro, ver que você vale muito mais do que uma ilusão, uma maneira baixa de te fazer permanecer, quando a outra pessoa quer partir e vai se manter até quando for benéfico para ela. Dói, né?
Eu sei que dói e vai doer por um tempo, mas é como dizem, o tempo cura, porque com o tempo outras pessoas vão aparecendo e você vai seguindo sua vida. 
Não deixe que alguém te valorize somente quando ela precisa de você, não deixe que ela te rebaixe desse jeito sendo que outra pessoa te colocaria pra cima, te faria sorrir quando seus dias fossem mais complicados. Não permaneça por alguém que não permaneceria por você. 
Mais uma vez, te digo que a ausência dói e que temos a mania de colocar em nossa cabeça que dependemos de alguém, você não depende dela para ser feliz, aceite isso e deixa-a para trás. A vida é assim, cheia de capítulos e alguns, a gente não pode continuar, tem que deixar para trás para aprendermos com os erros e com os momentos bons, para que eles se repitam e com eles, os erros fiquem para trás. 


Letícia Leone. 

sábado, 24 de dezembro de 2016

Não te odeio, não!

11:28



Você talvez nunca imagine como foi viver um dia com a notícia de que não acordaria mais e veria esse teu sorriso de bom dia ou que eu não teria mais aquele abraço que me impedisse de sair da cama pela manhã. Éramos tão cegos pelo momento e pela intensidade que os problemas e obstáculos pareciam invisíveis, longe o suficiente para que nunca nos separasse, mas um dia eles nos separaram e não estava em nossos planos, não estava em nenhuma risada que dávamos juntos ou nos momentos em que sabíamos que não importava o que acontecesse em nossas vidas, teríamos um ao outro. Na mesma intensidade que você veio, você foi e dessa vez, não tinha preparativos, não tinha a sensação de felicidade e de espera, fui pega totalmente desprevenida pela sua saída da minha vida, pelo fim do que mal havia começado.
Eu pedi inúmeras vezes para que tudo não passasse de um pesadelo e cada vez que eu acordava das minhas noites mal dormidas, eu tinha certeza de que aquilo era a minha realidade agora e sem opção, eu tive que aceitar e seguir. As pessoas me apoiaram muito, te odiaram como um dia eu te odiei, mas hoje talvez elas ainda odeiem, enquanto eu não sinto mais nada além de gratidão pela pessoa (mulher) que me tornei com a sua decisão. As vezes achamos que é o fim do mundo e talvez naquele momento seja, mas alguns terremotos são necessários para que a gente se agarre a algo firme, ou seja, nós mesmo. E o teu terremoto fez com que eu me segurasse a mim, pensei que deixaria de acreditar no amor, mas não tem como deixar de acreditar no que eu senti nos dias que passei ao teu lado e nesse sentimento que não se encontra explicação.
Te peço que não se culpe ou repita que a culpa foi sua pela decisão que tomou, hoje eu acredito que uma decisão nunca é errada quando ela nos amadurece e nos transforma em algo melhor, sei que você se arrepende de algumas coisas que nunca vai falar, como as vezes que me magoou e na vez que decidiu partir sem mais nem menos, deixando tudo para trás. Mas o arrependimento de alguma maneira te trouxe de volta para minha vida, não do jeito que era antes, mas trouxe e graças a você, eu aprendi que nem sempre ficamos com a pessoa que mexe com nossos sentimentos e nos fazem perder a razão, mas sempre levaremos um pedaço dela conosco, assim como eu sempre irei carregar um pedaço seu, um pedaço do que vivemos porque isso é aprendizado e não um fardo. Eu te peço que se não for para ser, não se culpe por não ter dado certo, as vezes, por mais intenso que fosse, nem todos os amores da vida estão predestinados a ficar juntos ou estão, algumas histórias não acabam assim, a nossa? Talvez tenha terminado, não teremos a certeza ainda, mas se tiver acabado mesmo, te deixo o melhor de mim em agradecimento, nas fotos juntos, nas pequenas coisas que você ainda guarda e que eu guardo, naquele moletom velho que você me deu em uma noite fria e disse que eu poderia ficar com ele, porque a distância nos atrapalhava e agora vejo que independente do tempo que passe, a distância não nos separa, mas sim quem aos poucos vamos nos tornando com os caminhos da vida.


Letícia Leone

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Se encontre, menina.

16:51


Você acabou de cometer mais um erro e se encontra perdida, pensando que mais uma vez, você se deixou levar por um amor passageiro e se apegou demais, agora sua vida está uma zona e você tenta reorganizá-la, é aí que você pensa que precisa mudar. A vida toda você é obrigada a ouvir coisas que não quer, que não gosta, mas é uma consequência de se pedir conselhos, nem sempre escutamos o que queremos ouvir. O conselho que a pessoa te deu é somente mais um caminho que cabe a você escolher se vale a pena ou não, muitas vezes o caminho que ela deu está errado, outras vezes o que você escolheu está errado. Mas ultimamente, você tem pensado seriamente em mudar isso, porque independente do conselho que te dão, você não está errando no caminho, você está errando no “antes”, no que está fazendo da sua vida.
E não te digo que é uma tarefa fácil, na verdade é uma tarefa difícil que só vai dar certo se você realmente estiver disposta a mudar, primeiro de tudo, tira tudo da sua alma, deixa todas as coisas ruins para trás e siga em frente, sem nenhum empecilho, peça desculpas mesmo que a pessoa não mereça, se isso te fazer seguir em frente, eu só peço que você faça. Algumas vezes a gente acha que vai se humilhar fazendo o que a pessoa deveria fazer, mas na verdade é uma das formas mais fáceis de seguir em frente. Depois disso, aos poucos o seu pensamento voltado para aquela pessoa vai sumindo quando você menos imaginar.
Depois disso, vem a parte que talvez tome mais o seu tempo para você mesma, que é simples: se ame. Não dependa de ninguém para você se amar, viva cada segundo da sua vida pensando em você e o mais importante (na minha opinião): não dependa de alguém para ser feliz. As pessoas são assim, menina, elas aparecerem e somem com a mesma velocidade ou não que entraram em nossas vidas, as vezes a pessoa que você conheceu um dia e já se foi, deixou um pedaço dela em você, um aprendizado, porque a vida é feita de aprendizados, de erros e acertos, de amores aos pedaços, de conversas rápidas e até mesmo de momentos que não precisam de palavras. Mas a felicidade, ela tem que permanecer e se você depender de alguém para ser feliz, sinto em te dizer que você nunca vai ser, porque você tem que ser feliz com você mesmo, sem depositar tudo em uma pessoa que você não tem certeza que vai ser para sempre.
Eu digo isso, as vezes precisamos de um tempo para nós. Um tempo longe de qualquer coisa para nos encontrarmos e essa é a parte mais importante de tudo, quando você se encontrar de verdade, ninguém que saía da tua vida vai levar um pedaço de você com ela, você vai ser inteira e de pessoas inteiras, o mundo está completamente vazio. 

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Tempo de mudanças

14:56



O ombro está mais leve, a consciência tranquila e agora começa a pensar nas promessas do ano que está chegando, dessa vez, ela não vai fazer as mesmas promessas de sempre, nas quais ela sabe que nunca vai cumprir porque não vai deixar de viver as melhores coisas da vida, como comer chocolate ou as gordices que ela ama. Só agora ela percebeu (finalmente) que a mudança tem que vir de dentro dela e não para os outros, mas para si mesma. 
Continuar se importando com quem ama, mas dessa vez, menos. Não ao ponto de ser totalmente egoísta, afinal de contas ela odeia gente assim, ela só está colocando a si mesma em primeiro lugar. Ela não vai mais sofrer por pequenos amores, ela vai começar a acreditar que as pessoas ficam em sua vida o tempo que devem ficar e que não adianta adiar a ida, porque cedo ou tarde, é necessário aceitar e deixar ir, se for necessário, a vida traz de volta, se não for, não fique triste, leve como um aprendizado e deixe a saudade fazer parte da sua rotina, afinal de contas, a saudade sempre fará parte de nossa rotina. 
Além disso, o que é bem difícil, ela vai começar a se importar menos com as coisas, não vai colocar tanta pressão em si mesma quando o assunto são provas e estudos, tudo que você aprende você vai carregar para a sua vida profissional, não vale a pena se matar e ficar doente, deixar de aproveitar as pequenas coisas da vida, leve tudo com leveza e tranquilidade, o que for para ser será. 
Talvez o mais importante e a melhor mudança que ela está sofrendo é não desejar mal para os outros, cada um tem o que merece por mais que a vida demore para mostrar isso, não se sinta mal porque um tem mais que você, o que é seu virá no tempo certo, na hora certa e você estará preparado para receber. Diminua sua ansiedade, pare de roer suas unhas e morder o lábio quando estiver nervosa, sorria mais porque tem pessoas que amam seu sorriso e suas risadas, ria mais, a vida tem seus momentos tristes, mas temos que aprender a colocar os felizes em primeiro lugar. 
Ela deixou de desejar o mal até para quem lhe fez mal, porque não vale a pena carregar a negatividade na alma, não vale a pena insistir em alguém que não é para ser, não vale a pena insistir em algo que não está dando certo, seja um namoro de anos, uma amizade, por mais difícil que seja, um novo ano está por vir e com ele mudanças, mudanças que serão melhores e deixe o passado de lado de uma vez, garota, você não precisa disso. 
Que o ano que venha lhe traga o que corre atrás, lhe traga o que sonha, lhe traga sorrisos e novos amigos, que a cada dia os que são de verdade te mostrem que vão ficar por amarem você e que você mostre a eles, um motivo bom para permanecer. 


Letícia Leone. 

domingo, 30 de outubro de 2016

Já estou com saudades

16:40


Esses dias encontrei uma fotografia nossa e minha mente fez uma viagem de volta para onde tudo começou, não minto que um sorriso escapou de meus lábios ao lembrar da maneira que você sorria durante o beijo e fazia de tudo para mostrar que estava ali quando eu precisasse. Mas logo meu sorriso desapareceu quando percebi que tudo que tínhamos agora, era a ausência um do outro.
É engraçado que em um dia temos e no outro, temos que nos acostumar a deixar para trás, esquecer ou simplesmente guardar em uma parte de nosso coração que jamais deveria ser aberto de novo.
As vezes paro para pensar no que você está fazendo, se ainda continua desorganizado e cheio de problemas, se ainda continua querendo levar a vida sem pensar nas consequências diferente de mim, que antes tinha medo de tentar e o único risco que eu quis correr, era você e tive que aguentar tantas consequências quando tudo acabou.
Me pergunto como você anda, se ainda pensa nos planos que tinha e se está levando a vida com mais calmaria agora como eu aprendi a levar. É difícil aceitar que uma parte minha ainda sente sua falta, ainda sofre com sua ausência quando me sinto sozinha nas noites escuras e quando me vejo perdida, porque era você quem me guiava, lembra?
Já estou com saudades das madrugadas em que você me ligava quando voltava de uma festa ou da sua voz de sono quando eu ligava precisando de alguém para me ouvir, você odiava me ver chorar e eu fazia o possível para mostrar que eu era forte o tempo todo, mas você era minha maior fraqueza, garoto.
Hoje, independente do que você deve pensar, não guardo rancores, não guardo nenhum sentimento. Eu espero que você tenha encontrado seu caminho, tenha se encontrado antes de tudo, porque é isso que vale, não é? Foi com a tua ausência que eu me encontrei e acho que mesmo que tua partida tenha sido dolorida, foi bom finalmente me encontrar e aprender a me amar. Te agradeço pelos erros que me fez cometer e pelo aprendizado que deixou, isso mostra que cada pessoa que sai de nossa vida, deixa um aprendizado e um pedaço dela em nós.Você deixou saudades e um ensinamento ainda maior: que eu deveria me amar em primeiro lugar.


Letícia Leone.


FOLLOW @ INSTAGRAM

About Us

Recent

Random